Bioestimuladores de Colágeno

As duas substâncias mais conhecidas são o Ácido poliláctico e a Hidroxiapatita de cálcio.

O que são?

Trata-se de substâncias sintetizadas em laboratório, que, quando injetadas em diferentes camadas da pele, impulsionam a reação dos fibroblastos, as células que produzem o colágeno, aumentando sua produção e consequentemente, melhorando a firmeza e sustentação da pele pelo aumento da espessura dérmica.

 

Tipos

As duas substâncias mais conhecidas são o Ácido poliláctico e a Hidroxiapatita de cálcio.

Como Funciona?

No ácido poliláctico ocorre uma reação inflamatória subclínica, isto é, uma inflamação controlada onde não há sintomas, o que leva a uma lenta degradação do material e culmina com novo colágeno depositado na pele. A produção de colágeno do tipo I começa cerca de 10 dias após a aplicação e continua durante período que varia de oito a 24 meses, enquanto o produto é degradado.O número de sessões varia conforme o grau de flacidez e envelhecimento do paciente. Na face geralmente usa-se um frasco por sessão e pode-se programar uma nova aplicação entre 4 e 6 semanas após a primeira sessão. Após o procedimento o médico realiza massagem local para uma adequada dispersão do produto e orienta o paciente a como proceder na primeira semana após tratamento.

A Hidroxiapatita de cálcio é uma substância que pode ter efeito preenchedor e bioestimulador. É composta de microesferas de hidroxiapatita de cálcio e um gel de carboximetilcelulose que são diluídas na hora da aplicação e conforme o objetivo do tratamento. É uma excelente opção para a perda de volume do dorso das mãos, quando nossos tendões e veias ficam mais visíveis resultando em uma aparência envelhecida das mesmas. Como a substância tem aspecto leitoso, disfarça melhor a coloração violácea das veias. Pode ser usada apenas como bioestimulador na face e regiões corporais ou ainda na face, para melhorar sustentação e contorno de estruturas como as regiões malar e do ângulo da mandíbula.

Indicações

As principais indicações são flacidez cutânea e áreas com perda de volume, bem como cicatrizes de acne, tanto decorrentes da lipoatrofia quanto da remodelação óssea do processo de envelhecimento, de modo que atualmente preconiza-se a aplicação em diferentes níveis como sobre o periósteo, no subcutâneo e subdérmico. Também pode ser usado em áreas extra faciais como face interna de braços, abdome e glúteos.

 

Conta indicações

Ambos têm contra-indicações semelhantes, que são:

  • Processo infeccioso ou inflamatório local;
  • Doenças auto-imune/colagenoses;
  • Gravidez;
  • Presença de preenchedores definitivos;
  • Pessoas com tendência a quelóide ou hipersensibilidade aos componentes.

Missão em passar o melhor tratamento para o seu caso.

Conheça outros Procedimentos

Crioterapia

IPCA

Microinfusão de medicamentos na pele

Peeling Químico

Skinbooster

Toxina Botulínica

Marque uma Consulta

De Segunda a Sexta das 8h às 18h

Clínica Fischer

Rua Santos Dumont, 182 - Sala 308
Life Medical Tower
Florianópolis - SC

Aline Camargo Fischer - Doctoralia.com.br
Open chat