Verão combina com sol e praia não é mesmo?

Nem tanto se você tem um bebê recém nascido em casa. Até os 6 meses a pele e o sistema imunológico do bebê são muito imaturos e a fotoproteção deve ser feita apenas com proteção física como roupas e chapéus, de modo que os especialistas concordam que a primeira visita à praia deve ficar para depois dos 6 meses.

 

Quais as vantagens de levar o bebê à praia?

Além de um ótimo estímulo sensorial como conhecer novas texturas, ainda tem o contato com a natureza e a interação com a família e outras crianças. A praia é um excelente lugar pra extravasar toda aquela energia que eles têm!

 

O tipo de areia faz diferença para o bebê?

É importante lembrar que ovos e larvas causadores de bichos geográficos, presentes em fezes de animais estão presentes justamente na areia seca, onde as crianças adoram ficar. Portanto, leve-o para brincar um pouco na areia úmida, que oferece menos riscos. – Assim que a brincadeira acabar, troque o bebê para evitar irritações e assaduras.

 

Qual é o melhor horário para a criança ficar no sol?

Os mesmos intervalos indicados para adultos. De preferência, entre 6 h e 10 h e depois das 16 h, mas não exagere: dificilmente o bebê vai se sentir à vontade por tanto tanto tempo sob o sol.

 

Como protegê-los?

Como a pele do bebê é fininha, as camisetas de manga longa com proteção UV, uso de bonés e chapéus com proteção uv aliadas a filtro solar para crianças são uma ótima combinação. Verifique se o protetor é físico, pois ele reflete a radiação e não absorve componentes químicos. Procure nas embalagens por nomes como kids, baby e infantil.

Dra. Aline Fischer
Últimos posts por Dra. Aline Fischer (exibir todos)
Open chat