Eu queria que ninguém precisasse ler esse post, porque obviamente no mundo ideal sempre tentamos prevenir a queimadura e junto com ela, a dor e os danos a longo prazo.

 

Você sabia que…

Geralmente são necessários cerca de 30 gramas de protetor solar (suficiente para encher um minicopo padrão) para cobrir o corpo inteiro. A maioria das pessoas aplica menos que a metade disso.

Dias nublados são perigosos porque a pessoa pode ter a falsa impressão que está protegida pelas nuvens. A radiação ultravioleta atravessa facilmente as nuvens e nos atingem. O vento também é traiçoeiro pois a pessoa pode não sentir o calor do sol.

Não existe bronzeamento seguro. Mesmo sem sofrer queimadura aguda, o bronzeamento é a resposta de proteção da pele ao dano dos raios ultravioletas.

 

Me queimei. E agora?

* Compressas frias podem aliviar zonas avermelhadas e quentes

* Medicamentos orais para aliviar a dor e inflamação, como antiinflamatórios não esteróides(AINES)

* Uso de Medicamentos tópicos para acalmar e hidratar, produtos à base de corticóide,vaselina, loções hidratantes sem anestésicos nem perfumes

* Em casos de bolhas pode ser necessário o emprego de antibióticos específicos. A maioria das bolhas que aparecem devido à queimadura solar estoura sozinha e não precisa ser estourada ou drenada. A queimadura solar na pele raramente infecciona, mas caso ocorra uma infecção, a cicatrização pode demorar mais. O médico pode determinar a gravidade da infecção e prescrever antibióticos, caso seja necessário.

A pele queimada pelo sol começa a sarar, por si mesma, após vários dias, mas a cura total pode levar várias semanas. Depois que a pele queimada se solta, as novas camadas expostas revelam-se finas e, inicialmente, muito sensíveis à luz solar, devendo por isso ser protegidas, durante várias semanas.

Dra. Aline Fischer
Últimos posts por Dra. Aline Fischer (exibir todos)
Open chat