O que é?

Se você tem acne desde a adolescência e persiste com ela após os 25 anos, você tem acne da mulher adulta. Se você nunca teve acne e depois de adulta começou a ter, você também faz parte dessa estatística. Estima-se em ensaios clínicos que 12% das mulheres e 3% dos homens sofram dessa patologia.

 

Como se apresenta?

A acne depois da adolescência tem um quadro clínico diferente. Costuma apresentar-se com lesões inflamatórias, com pápulas e pústulas e localizar-se nas regiões das mandíbulas, queixo e pescoço, sendo mais resistente a tratamentos. Também, por sua característica inflamatória, evolui mais facilmente com manchas e cicatrizes.

 

Qual a causa?

A causa desse distúrbio ainda não foi completamente esclarecida mas parece envolver a circulação de hormônios andrógenos com outros distúrbios endócrinos, genéticos e hábitos de vida.

 

Existe tratamento?

O mais importante é uma avaliação clínica e laboratorial do paciente para melhor definição diagnóstica e de tratamento, que pode ser apenas com tópicos(géis, cremes e sabonetes), mas que geralmente necessita do uso de outras medicações orais para controle do quadro.

Apesar de não trazer risco de vida para o paciente, a acne nessa fase da vida, quando as mulheres estão econômica e socialmente ativas, traz insegurança, levando a quadros de ansiedade e depressão. O tratamento com melhora da pele aumenta muito a qualidade de vida dessas pacientes.

Dra. Aline Fischer
Últimos posts por Dra. Aline Fischer (exibir todos)
Open chat